quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Guerra dos sexos e nossa desvalorização


"Não se nasce mulher, torna-se", essa frase de Simone de Beauvoir é de certa forma um slogan do movimento feminista. No caso do movimento, ela trás a ideia de que não existe o ser homem, o ser mulher, é tudo uma construção, de certa forma seriamos iguais, e a sociedade de forma pejorativa ia nos atribuindo papeis sociais, nos escravizando, e o movimento feminista, com sua campanha pró equiparidade entre os sexos, traria a libertação. E aqui nós temos a instauração de uma guerra entre homens e mulheres, de um lado homens opressores, de outro mulheres oprimidas, e resumimos todos os problemas da sociedade a uma guerra entre classe oprimida e classe opressora (oi, Marx.. rsrs).

Homens e mulheres são diferentes e ponto. Nós vivemos sim em uma sociedade onde estamos perdidos, confusos, onde as pessoas não sabem quem são, para onde vão, lógico não se tem um referencial, homens e mulheres ficam perdidos de um lado para outro. E eu fico surpresa (pois é, eu ainda me surpreendo) em ver cristãos defendendo que homens e mulheres são exatamente iguais, pois oras, a Palavra de Deus é clara, somos diferentes, temos um papel diferente, mas convencionou-se que o papel da mulher é inferior ao homem e ai devemos sair no tapa.

E nessa briga idiota nós garotas saímos perdendo de forma terrível, perdemos para nós mesmas, porque nós abrimos mão de toda a nossa identidade, do nosso papel como mulheres, como educadoras, acolhedoras, auxiliadoras, mães, para buscar algo que não é nosso, é deles. Vocês estão percebendo a bobagem que a gente faz? Deixamos nossa beleza, nossas caracteristicas, nosso chamado, nosso papel de lado, pra correr atrás de algo que nem sabemos ao certo o que é.


Porque ser mulher é um fardo? Quem colocou isso na sua cabeça? Como assim você não sabe quem você é? Agora esta na moda aquela frase: Não sei quem eu sou, quem se define , se limita. Se você não tem ideia de quem você é, leia a Bíblia, estude a Palavra de Deus, mas não leia a Bíblia como se ela fosse um punhado de biscoitos da sorte de restaurante chinês, LEIA, estude, reflita, tenha uma pessoa para orientação, tenha um diretor espiritual, essas coisas. La você vai ver o que nós mulheres somos, como fomos chamadas e quão grande é nossa importância.

Somos filhas de Deus, somos educadoras, acolhedoras, somos mães, mesmo que não sejamos mães. Homens e mulheres se completam, não são inimigos, isso não é o Plano de Deus.

Ai você vai me dizer que tudo o que envolve a mulher é um fardo doloroso e nos oprime, bom existem 3 grandes falácias contemporâneas sobre isso:

1) Mulheres tem sua sexualidade reprimida, não podem manter relações sexuais com quem quiser.

Olhe, pelo que eu observo cada vez mais a "libertação sexual" esta na moda, sendo divulgada em todos os espaços e sim, sendo praticada. E como eu tenho percebido, existem cada vez mais mulheres tendo que lidar com sentimentos de rejeição, culpa, entrando em depressão, pois esta libertação que de liberdade não tem nada, reduz a mulher a um objeto descartável, e isso fere a dignidade humana. E já temos meninas de 13 anos lidando com essa situação e desenvolvendo os mais diversos traumas, pois me desculpe quem não concordar, mas com 13 anos uma menina deveria estar brincando, jogando bola e ralando o joelho e não namorando e muito menos mantendo relações sexuais. Isso é um absurdo!

O exercer a sua sexualidade, o ter vida sexual, esta protegido pelo casamento, pela benção de Deus, união vitalícia, duradoura. Isso preserva a intimidade do homem e da mulher, protege, você não é um objeto com prazo de validade que esta servindo ao prazer de outro, mas sim uma união, comunhão entre marido e mulher, uma só carne, se amarem por toda a vida.

2) Quanto mais "gata" mais livre a mulher.

Eu Camila, particularmente ODEIO estas palavras "gata, gatinha, gostosa" Acho terrível, algo grotesco, nojento, inadmissível. Nós temos uma ideia de quanto mais no padrão de beleza a mulher estiver, não só de beleza, mas de comportamento, de vestir, quanto mais ela estiver nessas categorias, mais livre ela é. Por exemplo, uma mulher de corpo escultural, que utilize roupas que valorizem as suas curvas, adotando um visual sexy, poderosa, dona do mundo, que viva sempre maquiada, cabelos milimetricamente arrumadinhos, um salto enorme, que vá em altas baladas (pobre termo musical que hj é usado para festas sem noção), beba todas, fique com diversos garotos, vá pra academia, da academia pro salão, do salão pra clínica pra reduzir gordura, essa mulher é livre, completamente "descacetada", como dizia a Vany dos Normais. É mesmo? Viver neurótica, gastando grana com tratamentos estéticos disso e daquilo, passar o dia pensando na roupa, no corpo, querendo alcançar tal padrão de beleza e depois outro e outro, isso é uma mulher livre?

É natural ser um pouco vaidosa, nem 8, nem 80, é normal querer ficar cheirosa, deixar o cabelo macio, gostar de tal batom, usar tal creme, etc, coisas de garotas, isso é normal, eu não posso é transformar isso em uma neurose, uma escravidão, colocar o meu coração nisso a ponto de meu tesouro ser meu corpo saradão, ou pior serem minhas cirurgias plásticas, meus cremes, meus sapatos. Isso escraviza. Você não precisa disso pra "ser mulher", que bobagem.

Além do que se você ficar nesse padrão de "mulher super livre e moderna", você perde tanta coisa legal. Brincar com seus amigos, se sujar, jogar bola, ir num rally, inventar uma receita altamente maluca... Feminilidade não esta em tal roupa, tal procedimento estético, tal padrão. Feminilidade é do interior pro exterior, quando sabemos que somos filhas de Deus, que somos auxiliadoras, acolhedoras, e isso naturalmente emana de nós. E não é nenhum padrão rosa com plumas, garota alienada, e muito menos as modas "sexys" ok? (outro post a gente fala disso) Garotas estão ficando doentes, deprimidas, escravas de um padrão doentio de beleza, não caia nessa.

3) Maternidade é um fardo.

Eu vi uma reportagem um bom tempo atrás que dizia que filhos afundam a mulher. E sabe que talvez afundem mesmo, ok, não gosto do termo afundar, mas realmente filhos podem complicar muito a vida da garota. Imagine, você com 15 anos namora um rapaz e engravida, o rapaz some, e você tem que se virar sozinha com o bebê? Isso complica as coisas. Mulheres terem filhos sozinhas, é algo muito complicado mesmo. Apesar de que temos grandes mulheres solteiras, viúvas que criaram seus filhos com excelência (mas esse não é o assunto, Camila, foco, fala menos, aprende a fala menos pelamor). O Plano de Deus, não é que as mulheres tenham filhos sozinhas, lembram da ordem das coisas? Primeiro casamento, depois filhos... O casal tem filhos, não somente a mulher, ela tem um companheiro do lado, lhe apoiando, o filho é dos dois. Dizem que a maternidade é um fardo, afunda a mulher, dai a mulher não tem filhos, e lá pelos 40 anos começa o desespero e as clínicas de reprodução assistida lotam, hummmm... acho que tem gente lucrando também com essa ideia do viva sua vida, filho te atrasa, deixa pra bem depois.

Filho é problema? Lógico que TAMBÉM é. Todos nós temos problemas, na vida passamos por sacrifícios, provações, abnegações. Mas ai é a questão, eu vou resumir a minha vida naquilo que é minha vontade, meu prazer, tudo eu, eu, eu? Será um FARDO tão terrível gerar uma vida? Ter um filho, educa-lo, me dedicar para isso?

Ressalva para pessoas que gostam de complicar tudo: Não, não estou falando que as pessoas devem sair reproduzindo feito coelhos, eu sei que existem questões econômicas, planejamento familiar, blablabla. Eu acredito no exercer da maternidade e paternidade responsável, e principalmente eu acredito na maternidade, e não podemos reduzir algo nosso, nós mulheres podemos gerar uma vida no nosso corpo, dar a luz, amamentar um bebê no nosso seio, não podemos resumir algo tão maravilhoso, a um problema, um fardo, isso e aquilo. Não podemos abrir mão disso. Ser mãe.

E nisso tudo temos os homens, não nossos inimigos, mas nossos companheiros, que devem estar ao nosso lado. Como disse homens e mulheres se completam, a união é perfeita. Não podemos ficar nos nossos relacionamentos, nas nossas famílias brigando nessa guerrinha dos sexos. Somos simplesmente diferentes, cada qual com sua beleza, você não pode se sentir inferior, seu chamado é especial, homens e mulheres são dotados de capacidades.

Eu sei trocar lâmpada, troquei pneu do carro (quase morri), sei usar martelo, serrote (pequeno), já parti lenha (tentei), carrego peso, posso fazer todas essas coisas, sem problemas. Quando estou morando com meus pais, meu pai gosta de fazer essas coisas e faz mais rápido e melhor que eu, já eu sou super rápida arrumando a casa, consigo cozinhar, lavar, passar, lavar o chão, arrumar tudo rápido e deixo tudo bem organizado, o pai faz isso também, mas o que eu faço direitinho em 1 hora e nem canso muito, ligo um som e faço a faxina geral bem tranquila, ele leva 5 horas e quase morre. hehe Somos diferentes, podemos nos ajudar, cooperar, essas coisas não precisam ser colocadas em categorias exatas, somos humanos e em nossas relações familiares, quando a base é o Verdadeiro Amor (que só vêm de Deus) , as coisas tendem a naturalmente fluírem, homens e mulheres se ajudando, em parceria. Podemos dividir as tarefas, podemos trabalhar juntos, conversar, nos auxiliarmos, parceiros.

Somos diferentes sim, mas somos parceiros, amigos, filhos de Deus, cada qual com suas caracteristicas, e isso é uma beleza incrível. Quantas vezes aqui na nossa vida familiar, quando morávamos todos juntos, eu fiquei encarregada de pagar as contas, administrar, levar o carro pra oficina, enquanto meu irmão cuidava do jardim, fazia o almoço (ele come e cozinha mto bem), qual o problema? Somos parceiros, nos amamos, nos ajudamos sem problemas. Sabemos bem quem somos, o que somos. Somos família.

Ser mulher é muito bom, Deus nos fez assim, não deixa essas ideias de fardo, guerra dos sexos, criarem ninhos na sua cabeça. Você é especial.

124 comentários:

  1. Anônimo2/20/2011

    Concordo com a Gabriela. Cada mulher deve ser livre pra desempenhar o papel que ela bem entender, seja ele o que a sociedade julga como o papel feminino ou o papel masculino. Não digo que você é errada por querer ser uma dona de casa, por querer viver para o marido e a família, cada um faz o que quiser da vida. O que eu defendo é que todas as mulheres tem o direito de, se quiserem, trabalhar ganhando o mesmo que o homem; tranzar quando tiver vontade de fazê-lo sem que seja vista como uma puta mas sim como um ser humano normal que possui desejos sexuais e etc. Não é porque um ser humano nasceu com um cromossomo XX que ele está fadado a viver para arrumar a casa e fazer comida para o marido. Cada ser humano nasce com as suas PRÓPRIAS AMBIÇÕES independentemente do sexo. Nossas atitudes não devem ser baseadas no que a sociedade acha bonitinho e correto, mas sim no que nós temos vontade de fazer, seja a vontade de ser dona de casa ou não. E não devemos ser reprimidas por isso.

    ResponderExcluir
  2. Triste que tenhamos mulheres agenciando o patriarcado. Mas né, é mto mais comodo ter alguem pra pensar por vc, decidir por vc, mandar em vc, do que decidir sobre a propria vida. É mto facil nao precisar pensar e ter um macho pra toma a frente e fazer tdo pra vc. Mulheres machistas sao acomodadas. Mto mais facil ficar trancada em casa lavando e passando nao precisando se preocupar com o mundo, com a sobrevivencia. Triste q mulheres se considerem o segundo sexo, apontem o dedo para as vagabundas e se considerem grands coisas, qdo na verdade são uma massa inerte e alienada.

    ResponderExcluir
  3. Lamentavel tantas mulheres como voce, que pensam que os homens realmente são seres privilegiados, que devem se alimentar melhor, vestir melhor e ñ ajudar em absolutamente nada em casa. Conheço vária as mulheres machista, já que nasci em uma família que os homens são vistos como deuses, ñ concordo e penso que por isso hj sou feminista, luto por meus direitos e busco uma igualdade real. Horrivel ver a lavagem cerebral que voce foi submetida, triste que vc acredite ser subalterna porque realmente acredita que nasceu para isso, e que aceita o comportamento machista de seu companheiro como algo natural, e acredita que o homem deve ser o rei da casa e a mulher deve apenas fazer o trabalho doméstico.
    Ainda há mtas mulheres machistas acomodadas, que acreditam que o homem deve sustentá-las, e elas devem ser as rainhas do lar, posando como um pavão para a fotografia da revista casa cláudia, como se isso fosse realmente fazê-las felizes. Nao ter vida propria realmente é mto facil.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo3/05/2011

    Se é pra ler a Biblia, ai vai... De acordo com ela, vc nao tem nem direito a se manifestar nesse blog:

    Que as mulheres fiquem caladas nas assembléias, como se faz em todas as igrejas dos cristãos, pois não lhes é permitido tomar a palavra. Devem ficar submissas, como diz também a lei. Se desejam instruir-se sobre algum ponto, perguntem aos maridos em casa ; não é conveniente que a mulher fale nas assembléias. (1Co 14:34-35)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo6/28/2012

      Anônimo, sua colocação foi equivocada...O trecho que você cita diz que as mulheres devem ficar caladas NA IGREJA e não na internet...

      Excluir
  5. Anônimo3/05/2011

    Foi pela mulher que começou o pecado, e é por culpa dela que todos morremos. (Eclo 25:24)

    Vós, mulheres, SUJEITAI-VOS a vosso marido, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seu marido. (Ef 5:22-24)

    A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão. (1Tm 2:11-14)

    Semelhantemente, vós, mulheres, sede SUJEITAS ao vosso próprio marido, para que também, se algum não obedece à palavra, pelo procedimento de sua mulher seja ganho sem palavra (...) (Pe 3:1)

    O homem não deve cobrir a cabeça, porque ele é a imagem e o reflexo de Deus, a mulher, no entanto, é o reflexo do homem. Porque o homem não foi tirado da mulher, mas a mulher do homem. Nem o homem foi criado para a mulher, mas a mulher para o homem. (1Co 11:7-9)

    Que as mulheres fiquem caladas nas assembléias, como se faz em todas as igrejas dos cristãos, pois não lhes é permitido tomar a palavra. Devem ficar submissas, como diz também a lei. Se desejam instruir-se sobre algum ponto, perguntem aos maridos em casa ; não é conveniente que a mulher fale nas assembléias. (1Co 14:34-35)

    Mulheres, sejam submissas a seus maridos, pois assim convém a mulheres cristãs (Cl 3:18)

    ResponderExcluir
  6. Camila, você sabe expressar bem suas idéias porém são meio confusas.
    Você tem razão de se amar e ser agradecida por ser mulher, eu também sou.
    Você tem razão em rejeitar guerra entre os sexos.Também as feministas pensam assim e por isso se empenharam para conseguir leis que permitissem uma melhor convivência entre os sexos como direito aos estudos que até séculos passados era um direito só dos homens, direito ao voto, direito de escolher profissões diferentes de arrumadeira, faxineira, cozinheira,babá, cabeleireira,etc., direito de ser protegidas de violência doméstica.
    O feminismo só troxe benefícios às mulheres.Escolhas pessoais ou escolhas erradas são responsabilidade de cada pessoa e não de leis que dignificam a convivência social das mulheres como as que foram conseguidas pelas feministas.

    ResponderExcluir
  7. Cheio de feminista enchendo o saco.

    "Concordo com a Gabriela. Cada mulher deve ser livre pra desempenhar o papel que ela bem entender,"

    Com isso essas feministas querem dizer:

    "você é livre para ser o que quiser desde que não ajude homem algum, desde que não queira cuidar da sua casa nem ter filhos, você só vai ser mulher de verdade se ficar multi-milionária".

    É impressionante como essas feministas dizem serem igualitárias e gostam da pluralidade de idéias, mas fazem verdadeiras caçadas na Internet atacando quem expressa opiniões contrárias.

    Para elas, ajudar o patriarcado é simplesmente não ser feminista.

    Em tempo, gostei do seu texto garota, muito ponderado e muito útil, você em momento algum obriga ninguém a nada e é muito ponderada em suas colocações.

    Não dê bola pra essas recauchutadas cheias de ódio e não desista do seu blog. Tem mulheres que ainda valorizam os filhos e valorizam o dom da maternidade.

    ResponderExcluir
  8. E outra feministas, vocês não são obrigadas a irem em igreja alguma, parem com esse chororô, o Estado atualmente é laico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laico?

      http://g1.globo.com/sp/piracicaba-regiao/noticia/2012/10/camara-de-piracicaba-retira-servidor-publico-forca-durante-leitura-biblica.html

      Excluir
  9. Poucos textos da internet são tão verdadeiros como este. Está de parabéns, não tenho nada a acrescentar e estarei divulgando.

    Meteu a real!

    ResponderExcluir
  10. Urahara Kisuke3/08/2011

    A sabedoria é uma qualidade pra uma pequena parcela da humanidade. Voce está de parabéns Camila. As mulheres devem e deveriam ser espiritualizarem mais. Esse é o erro de muitas mulheres do passado, tanto como homens. Poucas pessoas se espiritualizam de fato. Acho que nesses assuntos, a Asia Oriental está bem a nossa frente.

    ResponderExcluir
  11. Vejam só:

    Foi só a garota valorizar a maternidade, um dom feminino (quer maior exaltação do que essa?) que apareceram as urubus da internet execrando a guria.

    Elas dizem que a mulher deve se valorizar e valorizar seu sexo, mas demonizam as mulheres que exaltam o maior dom feminino, que é a maternidade.

    ResponderExcluir
  12. As feministas falam de alienação, mas são a alienação em pessoa.

    E outra, ao invés de ficar xoramingando aqui, por que não tentam ir ao Oriente Médio propagar feminismo? por que são incapazes. É fácil falar de alienação e ficar lamuriando o dia inteiro em um estado democrático e laico.

    Vão lá comemorar o dia alienado de vocês, com um incêndio que matou 130 operárias que jamais aconteceu.

    Vão lá alienadas,vão lá.

    ResponderExcluir
  13. Gabriel Robba3/08/2011

    Feministas não aceitam que mulheres sejam antifeministas, mas aceitam homens feministas. Que contraditório...

    ResponderExcluir
  14. Para a autora do blog:

    Vc deve se sentir feliz com as criticas negativas que recebe principalmente de feministas.
    Seu blog foi divulgado na comunidade Feminismo e feministas do orkut.
    No mundo virtual esta comunidade prega o ódio discriminado contra os homens e várias vezes sugeriu a vasectomização em massa de homens por uma de suas usuarias e existem dezenas de topicos pregando a violencia contra quem discorda delas.
    O que vc jamais deve esquecer é que o feminismo é um movimento gay desde seu inicio e por isso vc deve se acostumar com ataques de feministas principalmente se vc quiser ter uma familia e quiser ser mãe.
    Elas odeiam a familia e odeiam mulheres que engravidam.

    ResponderExcluir
  15. Vendo novamente os comentários eu vi que a Carmen Helena comentou tambem.
    A dona do blog tem que saber que esta mesma Carmen Helena foi a mulher que sugeriu na comunidade a vasectomização em massa dos homens?
    Pois foi ela mesma !!!
    Tome muito cuidado com estas radicais que por força da "causa" que elas criaram são capazes de tudo.
    O Feminismo é um movimento gay!!!!!

    ResponderExcluir
  16. Anônimo3/08/2011

    parabens pelo seu texto.

    ResponderExcluir
  17. Anônimo3/08/2011

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=O5GWWROeXn4

    ResponderExcluir
  18. Anônimo3/08/2011

    Eu espero que as feministas comemorem bastante suas conquistas sociais, como aumento do número de mães solteiras, filhos bastardos, prostitutas, DSTs, enfim. Parabéns.

    ResponderExcluir
  19. Está de parabéns. É muito difícil alguém enxergar isso atualmente, principalmente num mundo julgador e alienador. Nós de fato, somos diferentes, mas nem por isso um é inferior ao outro. Nos completamos, e devemos nos ajudar. Apesar de não crer no Deus cristão, creio que essa ideologia te ajudou bastante em sua opinião, que aliás, senti uma firmeza incrível nela. O homem que ficar do seu lado terá muita sorte. ^^

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. A Bíblia diz em Efésios 5:25-28 “Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, a fim de a santificar, tendo-a purificado com a lavagem da água, pela palavra, para apresentá-la a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem qualquer coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. Assim devem os maridos amar a suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.”
    A Bíblia diz em Colossenses 3:19 “9Vós, maridos, amai a vossas mulheres, e não as trateis asperamente.”
    Imagine só, é isso que o Deus da BÍBLIA quer que o homem ame a sua mulher como Cristo amou a igreja. Um amor desses pode ser ruim?
    Parabéns, Camila, somos mulheres, temos a responsabilidade dada pela natureza de prover lugar para a vida de um novo ser, assim, como um dia foi feito para nós através das nossas mães, afinal homens e mulheres sejam machistas ou feministas não nasceram de chocadeira. O que vemos hoje além de promiscuidade gratuita, sexo irresponsável? É fácil não querer um filho que foi feito através do sexo irresponsável, porque engravidar do Espírito Santo só Maria mesmo. Todo esse liberalismo pode trazer muitas conseqüências, mulheres que não se preservam, andam com qualquer maloqueiro e depois choram por suas péssimas escolhas, e as conseqüências, além de filhos indesejados, que muitas vezes são covardemente abortados temos também as DSTS, alguém pode abortar o HIV?
    Parabéns por ser uma mulher autentica e saber que pode escolher a vida que tu quer viver e não a que a mídia hedonista diz ser a ideal, direitos das mulheres sim, deveres também e responsabilidade.

    ResponderExcluir
  22. Anônimo3/08/2011

    Meu Deus, quanta falácia. Quem disse que a mulher do lar é uma acomodada, ou que não sabe
    pensar por sí própria. A mulher do lar esta prestando um importante papel social. São elas
    as principais responsáveis pela transmissão dos valores para as futuras gerações, assim como para o bom andamento do lar e da família, sendo a familia o alicerce da sociedade.

    Exatamente o oposto que as feministas promovem que é a destruição familiar e incentivo ao aborto de seus filhos, para que posam se concentrar em suas preciosas carreiras ou possam continuar em sua vida libertina. Más sem a família nos moldes que levaram séculos para se construir e que nos trouxeram
    até onde chegamos hoje, em uma sociedade que os homens permitem que as mulheres tenham mais direitos que eles, e elas inclusive os utilizam para destruir a mesma sociedade, temos é exatamente isso que vemos hoje,
    crianças mal criadas, sexualização precoce, aumento de doenças, violência etc. Más pras feministas isso é um avanço, pois elas podem desempenhar o papel que elas bem entendem rs, ou seja, podem ser livres para não se alistar, não servir ao país, podendo ganhar igual más com benefícios maiores, menos tempo de
    contribuição ao estado, podendo trabalhar em serviços menos perigosos, ou seja é um avanço para elas manterem todos os benefícios da sociedade machista, e ainda adquirirem privilégios legais que as eximam do peso de suas escolhas. É claro que viver nessa mamata só é considerado um avanço para elas, más e para a sociedade que apenas regrediu? Não senhoras, em sociedade aqueles que colaboram para seu funcionamento cumprindo seu papel recebem prêmios maiores e aqueles que a atrasam se rebelando contra a mesma,
    recebem punições maiores, isso vale para todos, e para as mulheres deve valer também.

    ResponderExcluir
  23. Anônimo3/08/2011

    Falô a real sem vaselina.

    ResponderExcluir
  24. Anônimo3/08/2011

    Meteu a real sem KY nessas feminitas esquerdistas misândricas. o que a dona do blog foi nada mais que exaltar e reconhecer que homens e mulheres são diferentes, não há porque ter guerra infantil de sexos. Mas as urubus da net feministóides, estão com raivinha disso. Feminismo já destruiu casamentos, família, relacionamentos, inverteram valores, assassinas a favor de aborto, aplaudem promiscuidade, o que mais está por vir?
    Parabéns pelo texto, se mais mulheres pensassem assim, talvez o feminismo não tivesse feito tantos estragos como fez.

    ResponderExcluir
  25. PARABENS,E AO CONTRARIO DA ESMAGADORA MAIORIA DAS MULHERES DE HOJE VOCE TEM CULTURA,INTELIGENCIA E NOCAO DAS COISAS,MAS SE PREPARE PORQUE AS FEMINISTAS LOKAS VAO TE PERSEGUIR SEMPRE!

    ResponderExcluir
  26. Camila, adorei seu artigo.
    Está de parabéns!
    Acho que você só deslizou ao dizer uma coisa. Que as mulheres estão tentando fazer o trabalho dos homens.. Quando você diz isso sabemos que não é apenas trocar uma lâmpada ou desentupir o ralo, é o direito das mulheres estudarem e serem bem sucedidas tanto quanto um homem e isso não significa que estamos querendo tomar o lugar deles ou que eles são melhores que nós.
    Eu não sou feminista e sou contrária a muitas coisas que elas dizem.
    Mas acho que deve haver essa divisão também com o homem no cuidado com os filhos.
    José cuidou de Jesus e o ensinou a trabalhar, como qualquer pai deve fazer e ao contrário do exemplo bíblico muitos homens acham que o cuidado dos filhos cabe unicamente à mulher (tenho meu exemplo em casa).
    E isso é errado na minha opinião.
    No mais, adorei o artigo e concordo com todo o resto do que você disse.
    Parabéns novamente.
    Gabriela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo6/24/2012

      exatamente.
      a familia deve ser cuidada por ambos.
      pais devem ensinar seus filhos homens a serem homens
      e mulheres ensinar suas filhas a serem mulheres
      pois cada qual conhece bem sua natureza.

      o que temos hoje são mulheres solteiras da geração pós-feminismo
      cuidando de filhos homens como se fossem meninas
      daí temos uma explosão de meninos gays
      e isso é ruim para as próprias mulheres
      pois reduz o numero de homens para relacionamento
      ocasionando até disputas e brigas por causa dos poucos homens que existem

      fato

      Excluir
  27. Boa garota, aliás vale ressaltar que o feminismo sequer sabe o que quer, lá no passado elas lutaram pra se livrar dos serviços braçais e desumados, depois lutaram pra voltar a trabalhar, e de desculpa a hipocrisia de que nunca poderam trabalhar, agora elas alegam que todo homem é estuprador e agressor, como se a grande maioria das mulheres não fossem interesseiras e manipuladoras, outro argumento fálido.
    Pregam que elas devem transar com todo mundo porque os homens o fazem, como se todo homem conseguisse comer todas as mulheres que ele quer.
    Enfim, o feministas são todas mulheres esquisofrênicas que só repetem as mesmas coisas falsas e não sabem onde querem chegar.

    ResponderExcluir
  28. 15 Perguntas que as feministas não irão responder:
    http://silviokoerich.blogspot.com/2011/01/15-perguntas-que-as-feministas-nao.html

    ResponderExcluir
  29. Bom comentário , Sra.camila
    Bem explanado , sem exageros maniqueístas e concisa em palavras simples .

    Tão bom quanto o texto foi ver as reações feministas nada elegantes , com contra-argumentações sem nenhuma boa retórica .

    ResponderExcluir
  30. Que belo refresco para minha mente, Camila! Parabéns pelo belo texto, e obrigado por este momento relaxante, leve, e elucidativo.
    "Homens e mulheres se completam; a união é perfeita". Creio, sempre cri nisso, no embasamento bíblico disso, e me pergunto então por que essa sociedade está tão desequilibrada... Machismo para quê? Femismo para quê? Guerra dos sexos para quê?
    Eu estaria sendo hipócrita se defendesse o sexo após o casamento - até porque não sigo isso: nunca casei -, mas entendo e respeito a proteção que essa atitude representa.
    Mas até tomando isso como gancho, o que falta é respeito. Não só entre os gêneros, mas entre as pessoas. Uns tratam os outros como coisas, e nisso a mulher se torna um objeto sexual, dedicado a atrair o desejo do homem que pagar mais, se escravizar mais por ela. E, como num cabo de guerra, ambos vão exercendo jogos de ambição, orgulho e poder, minando e jogando a perder aquilo que realmente os uniria e fortaleceria: o amor.
    Que seu lindo texto seja lido por muitos, e que a sociedade se desperte e lembre que homem e mulher são sim, diferentes, tal e qual Deus fez, mas justamente para que juntos, em parceria e união, se tornem mais fortes e felizes.

    Um beijo, e muita felicidade a ti :)

    twitter.com/mobilerod

    ResponderExcluir
  31. excelente texto garota, me dá orgulho ver que ainda existem mulheres como você, ignore essas feministas PORCAS, que querem transformar o mundo num grande puteiro regado a caos e gayzismo e tudo mais o que represente a decadencia do ser humano!

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. Camila

    Muito legal a sua visão do que acontece nos dias de hoje.As mulheres, que escreveram de forma agressiva acima,estão muito equivocadas.São incapazes de interpretar um texto.

    A impressão que tenho é de que há um ódio aos homens e pior que alguns de nós não entendem isso


    Parabéns

    ResponderExcluir
  34. HAHAHA..Pronto! A macharada mto MACHO (sei...) da internet encontrou sua RAINHA!!! Inacreditável... Gays inrustidos. 99% dos agressores de mulheres são homens, isso é FATO! Mulheres antifeministas, mudam de opinião rapidinho qdo são estupradas, torturadas, e vão pedir proteção nos beneficios, nas leis que graça a luta feminista, hoje elas podem usufruir. Patéticos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo6/24/2012

      se voce entrar no youtube
      e ver a situação nas escolas e no trabalho
      e até em casa mesmo.
      as maiores 99% agressoras das mulheres são as próprias mulheres.
      isso é fato.
      eu cansei de ver videos de escolas onde meninas e mulheres saem no braço.
      homens já nem agridem tanto hoje em dia
      pq justamente sabem das leis.

      http://www.google.com.br/search?q=mulheres+brigam+na+escolas&rlz=1C1_____enBR455BR455&gs_l=serp.3...31888.31888.0.33880.1.1.0.0.0.0.1399.1399.7-1.1.0...0.0.Qxq3lpKYAq8&oq=mulheres+brigam+na+escolas&aq=f&aqi=&aql=


      ....fato!

      Excluir
  35. Renata, você fala como se estupros fossem culpa do machismo. Se eu vier aqui com uma estatística de que mulheres matam mais crianças que homens, poderei eu dizer que mulheres são infanticidas em geral? (essa estatística é real).

    E se eu vier aqui com outra estatística de que mulheres cometem mais agressões domésticas que os homens? Poderei eu vir aqui dizer que mulheres são agressoras em potencial? (essa estatística também é verdadeira).

    Não adianta apelar para o vitimismo. 99% dos homens jamais estuprarão uma mulher. Se valer de uma minoria de casos para justificar perseguição contra os homens é de uma covardia intelectual gritante!

    ResponderExcluir
  36. Anônimo3/08/2011

    Renata, vadias e feminazis, Calem-se!
    Camila, Parabens pelo seu texto, realmente é genial!! Guerra entre sexos não leva a nada, todos deverão unir-se por melhores condições de trabalho e ocupar a mente com coisas úteis, não adianta essas 'ovelhas' se revoltarem com o passado e viverem em função deste. Mais uma vez, Parabéns! Abaixo machismo, feminazimo, sexismo, androfobia, ginofobia...tudo isso é atraso!

    ResponderExcluir
  37. Anônimo3/08/2011

    É um texto muito bom. Parabéns e não se preocupe, essas feministas apenas têm inveja de você por ser uma mulher tão verdadeira e íntegra.

    ResponderExcluir
  38. Anônimo3/08/2011

    Para Carmem Helena. Faço o favor de retirar deste lugar, pois sua pessoa é adepta do assassinato de crianças no útero materno.

    ResponderExcluir
  39. Anônimo3/08/2011

    Renata disse...

    HAHAHA..Pronto! A macharada mto MACHO (sei...) da internet encontrou sua RAINHA!!! Inacreditável... Gays inrustidos. 99% dos agressores de mulheres são homens, isso é FATO! Mulheres antifeministas, mudam de opinião rapidinho qdo são estupradas, torturadas, e vão pedir proteção nos beneficios, nas leis que graça a luta feminista, hoje elas podem usufruir. Patéticos!

    Inveja feminista e uma merda!

    ResponderExcluir
  40. Anônimo3/08/2011

    E voces são lesbicas enrustidas, mulheres incapazes de arrumar um macho trabalhando para que nenhuma mais possa.

    Perdedoras.

    ResponderExcluir
  41. Anônimo3/08/2011

    Camila, seu texto é muito sensato, é inteligente da sua parte não enxergar os homens como seus adversarios mas sim como um complemento de sua personalidade, e voces da nossa

    ResponderExcluir
  42. "HAHAHA..Pronto! A macharada mto MACHO (sei...) da internet encontrou sua RAINHA!!! Inacreditável... Gays inrustidos. 99% dos agressores de mulheres são homens, isso é FATO! Mulheres antifeministas, mudam de opinião rapidinho qdo são estupradas, torturadas, e vão pedir proteção nos beneficios, nas leis que graça a luta feminista, hoje elas podem usufruir. Patéticos!"

    Que argumento de merda. Feministas dizem serem anti homofobia mas vejam só, quando querem ofender logo colocam a masculinidade em dúvida.

    Uma coisa que você não deve saber, Renata, é que nos países mais feministas, como Inglaterra e Suécia, entre outros, onde o Feminismo é mais predominante, o islamismo é a religião que mais cresce.

    E sabe o que eles fazem? espancam mulheres e organizam gangues de estupro.

    O Feminismo NÃO salva as mulheres, ele as deixa mais expostas ainda. A camada protetora, os homens, foram tão feminilizados e domesticados pelo feminismo na Europa, que os árabes estão tomando conta e vão dar as cartas por lá nas próximas décadas.

    O feminismo na Suécia e Finlândia faz com que mães cheguem ao extremo de ensinar seus filhos a mijarem sentados.

    Como é que as mulheres vão ser protegidas por homens domesticados, que mijam sentadinhos?

    Os árabes podem matar, torturar e pregar o ódio, mas os homens de países feministas não podem nem mijar em pé.

    Então Renata, volte-se a sua opinião de merda e coma seu próprio vômito.

    ResponderExcluir
  43. Filho do Schopenhauer3/08/2011

    Nota-se o ódio e a inveja das feministas quando vêem uma mulher de verdade e com a cabeça no lugar.

    Feministas não devem ser levadas em consideração, pois são bitoladas e demagogas. Não querem o bem das mulheres em geral, mas sim o bem das proprias feministas (lesbicas e/ou promíscuas).

    ResponderExcluir
  44. Anônimo3/08/2011

    "99% dos agressores de mulheres são homens, isso é FATO!"

    Prove

    ResponderExcluir
  45. Anônimo3/09/2011

    Camlia você não sabe o alivio que me deu ao ler esse blog, eu estava começando a pensar que mulheres de verdade tinham sido extintas pelo feminismo

    ResponderExcluir
  46. Rebecca3/09/2011

    As "feministas" se deram mal!
    kkkkkk
    não conseguiram postar um comentário que provasse sua teoria,muito menos que convencesse a dona do blog,e o que postaram,foi agredindo e com palavras de baixo calão.
    já os que elas chama de "machistas" foram exatamente os que deram um show de educação,CONTEÚDO no discurso,e SUPERIORIDADE INTELECTUAL.

    ResponderExcluir
  47. Anônimo3/09/2011

    Texto escrito de forma clara e objetiva, é de mulheres assim que a sociedade precisa, e não essas mulheres que vemos todos os dias que vivem histéricas e com cara que chupou limão, continue escrevendo o seu blog e esqueça essas feministas de meia tigela.

    ResponderExcluir
  48. O q as antifeministas tem que entender é que toda essa apologia a doçura feminina, serve para manter a estrutura de opressão que nós mulheres vivemos. Essa ideia de frageis, dóceis que necessitam de cuidados e servem somente para enfeite, serve simplesmente para que sejamos humilhadas e oprimidas.

    As religiões patriarcais, oprimem a mulher, colocando-a como inferior ao homem, isto esta em quase todos os livros sagrados. Judaismo, cristianismo, islamismo, e isso autentica nossa opressão, a violencia que sofremos.

    Buscamos equidade de genero, não queremos esterioticos e cadeias. Queremos poder de decisão sobre nossa vida, sobre nossos corpos.

    Queremos igualdade de salarios,equidade de genero, assegurar nossos direitos sexuais e reprodutivos, uma vida sem violencia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a internet e os computadores foram iventados pelos homens,vc nao tem vergonha de o estar usando para postar, sendo vc feminista.

      Excluir
  49. Voce não é feminista, mas desfruta dos beneficios de nossa luta. Se não fosse a luta feminista, vc não poderia se expressar, vc não votaria, vc não poderia trabalhar fora, não poderia denunciar abusos, tem certeza que apoiaria um mundo assim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ela so se e expressa.por que os homens inventaram a internet, o windows, o linux, aple etc. nao foi o feminismo. estuda menina.....

      Excluir
  50. O FEMINISMO NUNCA MATOU NINGUÉM! Ja o patriarcado,o machismo, as religiões...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo6/28/2012

      O feminismo mata tanto quanto o machismo.E os MILHÕES de bebês abortados no mundo todo?Não contam???

      Excluir
  51. Fariseu3/09/2011

    Desde que o aborto foi legalizado nos EUA já foram realizados 47 milhões de assassinatos(abortos), o equivalente a pouco mais de 10% da população daquele país!!
    E vem esses lixos de feminazistas aqui vomitar que o feminismo nunca matou ninguém... HAHAHAHA!

    ResponderExcluir
  52. Anônimo3/09/2011

    Eu realmente não consigo entender que terrível opressão era essa. A opressão em que o oprimido vive mais que o opressor, trabalha menos, tem mais benefícios e privilégios legais. Essa é a grande opressão machista em que o opressor trabalhava e morria pelo oprimido.

    E as senhoras, são feministas más desfrutam dos benefícios do machismo. Não tem que se alistar, contribuem menos, se aposentam mais cedo, tudo que as senhoras tem, ou se utilizam foi possível porquê viviam numa sociedade machista, que se sobrepuseram a natureza selvagem e a sociedades bárbaras desprovidas de valores e que logo tinham suas bases fracas, assim tendo que suas mulheres tinham tantos direitos quanto seus homens podiam lhes assegurar, devo continuar?

    Feminismo nunca matou ninguém, pois sim. Aumento da prostituição, violência, crianças crescendo sem valores e refências, mães solteiras, tudo fruto do feminismo, e olha que estamos falando a nível local ein, o que temos como exemplo em países pioneiros em feminismo?
    Envelhecimento da população, destruição da família, empobrecimento das nações que vem sofrendo crises atrás de crises por já estarem falidas e ainda terem que arcar com protecionismos que a mulher precisa para desfrutar do status de independencia de homens, venda de sua cultura para povos de valores tradicionais e patriarcais, misoginia e conversão de homens nativos a essas culturas que se mantiveram fortes, isso só pra começar. Nós próximos anos as coisas ficarão bem divertidas rsrs.

    E ainda tem a coragem de dizer que não matou
    ninguém. Más pra elas matar seus filhos no ventre significa ter direito sobre seus corpos e sua sexualidade, mesmo que tirando o direito a vida de seus filhos e até mesmo o direito de escolha dos próprios pais, quanta hipocrisia e covardia.

    A mulher tem total liberdade de manter suas perninhas fechadas, se são adultas o suficiente para fazer sexo devem ser adultas o suficiente para criar um filho, que aliás foi concebido graças a total permissão da mulher, que sabem muito bem as consequencias das práticas sexuais.

    ResponderExcluir
  53. 'O FEMINISMO NUNCA MATOU NINGUÉM! Ja o patriarcado,o machismo, as religiões... "

    Ah não não, claro que não.

    Feminismo não é pró aborto.

    Feto não é um ser vivo...

    Né mesmo?

    Próxima idiota com argumento imbecil, por favor...

    ResponderExcluir
  54. "Voce não é feminista, mas desfruta dos beneficios de nossa luta. Se não fosse a luta feminista, vc não poderia se expressar, vc não votaria, vc não poderia trabalhar fora, não poderia denunciar abusos, tem certeza que apoiaria um mundo assim?"

    Você não é machista, mas se beneficia do machismo.

    Não precisa se alistar, se aposenta cinco anos mais cedo, começa a trabalhar mais cedo e para de trabalhar mais cedo, entre outras coisas.

    Discursinho hipócrita hein...

    Nem tem graça discutir com feminista.

    ResponderExcluir
  55. Vão comprar uma tonelada de sutiã pra tacar fogo num descampado lá por Tupiratá e parem de encher o saco!

    ResponderExcluir
  56. Anônimo3/10/2011

    Que Deus abençõe você menina, e que continue a sua jornada com fé em Deus e que constitua uma bela família.

    ResponderExcluir
  57. Anônimo3/10/2011

    O que me alegra é que as sociedades feministas estão caindo no caos. Não há como um filosofia insustentavel como essa se manter.

    ResponderExcluir
  58. Tamires3/12/2011

    Camila, vc parece ter uma visão totalmente deturpada do feminismo. Nós não queremos nos igualar aos homens. Nós sabemos que homens e mulheres são diferentes. Porém as diferenças biológicas entre homens e mulheres NÃO PODEM servir de desculpa para subjulgar a mulher. Devemos sim ter direitos e deveres iguais. Não temos que ser obrigadas a assumir papéis sociais, devemos poder escolher livremente. Pesquise sobre o feminismo, pesquise quem foram as mulheres que foram as ruas lutar pelos seus direitos, vc vai ver que foram feministas. A criminalização do aborto por exemplo, não preserva vida alguma, qdo a mulher qr abortar, ela aborta, podemos perder duas vidas. Descriminalizar não é promover abortos, mas sim evita-los atraves de uma politica eficaz voltada para os direitos reprodutivos, e no caso do aborto assegurar a segurança da mulher. Politica publica não é assunto religioso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo6/24/2012

      política pública?
      eu não estou interessado em ver meu rico dinheirinho sendo gastos com impostos pra bancar assassinatos de crianças(ABORTO).
      gostaria que meus impostos fossem direcionado ao lazer, educação,saúde, segurança, saneamento básico...
      não estou interessado em ver minha grana sendo gastada com vadias irresponsáveis que transam com vagabundos funkeiros nas baladas sem camisinha depois quer fingir ser uma moça correta na sociedade que posta falácias na internet.

      quer ser responsável?
      use camisinha.
      use pílulas anti-concepcionais.

      EU NÃO QUERO MEUS IMPOSTOS SENDO GASTOS COM ASSASSINATOS DE CRIANÇAS!!!


      ...

      Excluir
    2. Anônimo6/28/2012

      Tamires aborto não é assunto religioso mas CIVIL. É dever do Estado garantir a vida. O filho não é propriedade da mãe, é apenas filho. E se esta quer matá-lo covardemente o Estado não pode permitir isso.

      Excluir
  59. Tamires3/12/2011

    Se as mulheres vão presas por abortar, no minimo os homens que engravidam ela e abandonam, somem, deveriam ir tambem, o companheiro que paga o aborto, deve ir tambem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo6/24/2012

      ERRADO.
      vocês mulheres é que deveriam escolher melhor seus parceiros e estabelecer uma relação saudável.
      mas inves de escolher homens com caráter procuram esses vagabundos porra-lokas,marginais, Djs, fortões, bombados, playboys, funkeiros, bebados e drogados ou então o "gatinho descolado da escola que toda menina chora por ele".

      inves de escolherem homens bons pra se relacionar
      procuram esses merdas ai citados que obviamente não querem relacionamento sério e abandonam mesmo sem dó quando a otari4 engravida.
      bem feito.
      mulher mãe solteira pq quer,
      ninguém obrigou a fazer péssimas escolhas.

      existem homens bons por ai vc sabia ?

      ...

      Excluir
  60. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  61. feminismo é uma ideologia, um movimento social, politico, ao mesmo tempo se manifesta como uma profunda mudança dentro das mulheres. Mal comidas, mal amadas, mulher macho, vadias, vagabundas, esses são os termos que os bons homens, nos chamam. Eles provavelmente acham que nos incomodam com isso, nos atingem, de forma alguma. Com isso eles só autenticam a essencia de uma cultura machista, que dá aos homens o direito de desrespeitarem, tratarem assim as mulheres. O feminismo enquanto articulação social, politica, JAMAIS matou ninguem. As leis que permitem o aborto na maioria dos paises desenvolvidos, não foram assinadas por feministas, em diversos o feminismo sequer participou da discussão, pensando que em alguns lugares final do seculo XIX, já havia uma legislação versando sobre aborto. Os dados que apresentam sobre o aborto, são manipulados, falaciosos, nestes dados constam partos prematuros, gravidez interrompida por risco de vida, estupro, e a ivg,isso é nada mais que desonestidade intelectual.

    Nós não vamos parar! Vamos estar em todos os lugares e vocês terão que nos respeitar.Vamos estar nas escolas, ruas, hospitais, em todos os lugares. Ja estamos em diversos movimentos, estamos no governo federal, nos ministérios, nos governos estaduais, delegacias, secretarias. A Luta da mulher não vai parar! Isso é uma guerra nossa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo6/24/2012

      Desde que o aborto foi legalizado nos EUA já foram realizados 47 milhões de assassinatos(abortos), o equivalente a pouco mais de 10% da população daquele país!!
      E vem esses lixos de feminazistas aqui vomitar que o feminismo nunca matou ninguém... HAHAHAHA!

      Excluir
    2. tomar a casa do homem na separaçao ,e feminismo.nao deixar ver os filhos , e feminismo.manipular a legislaçao ,ser objetos de cafajeste,levar crianças a passeata de vadias.dormir com o chefe ou patrao mesmo sendo coprometida.e feminismo. usar eletronicos e o dinheiro dos homens para cirugias plastiscas , inclusive faculdade e etc., oferecendo sexo como pagamento. e feminismo. (bom pelo menos e o que vejo na maioria das moças por ai) tenho 45 anos e um bom salario. e ja tive que dizer varios nao a algumas adolecentes. veja a que ponto chegamos. nem um senhor e respeitado mais .feminismo ne.

      Excluir
  62. Anônimo3/12/2011

    A guerra é de vocês ?

    Então , VIVE LA RESISTANCE !

    ResponderExcluir
  63. Anônimo3/12/2011

    "Descriminalizar não é promover abortos, mas sim evita-los"

    Essa foi a piada da noite.

    ResponderExcluir
  64. Anônimo3/12/2011

    "Porém as diferenças biológicas entre homens e mulheres NÃO PODEM servir de desculpa para subjulgar a mulher"

    Tanto o homem quanto a mulher devem estar subjulgados dentro da sociedade. O homem deve estar subjulgado a sociedade e deve dar sua vida por ela, assim como a mulher deve estar subjulgada a família, que é o pilar da sociedade. Aos que querem se rebelar contra ela, restam duas opções, se retirarem ou se mudarem para outra que seja condolente a sua atitude, ou aceitarem as punições impostas
    por ela. Não existe essa do homem poder escolher não contribuir com ela, não executar os trabalhos que ela requer, ou não defende-la. E assim também o é com a mulher, que deve cumprir com seu papel. Com a rebelião das mulheres em não fazer sua parte, dai vem a rebelião dos homens em não querer assumi-las, de querer dar o troco, de virar as costas ao todo, e por aí vai.


    "A criminalização do aborto por exemplo, não preserva vida alguma, qdo a mulher qr abortar, ela aborta, podemos perder duas vidas."

    Esse argumento de que a mulher que quer realizar o aborto o fará é tão falacioso quanto o do assassino que decidir matar alguém VAI matar, logo vamos legislar para que pelo menos ele não sofra no processo, ou distribuir pistolas .40 pros bandidos pra eles não correrem o risco de sofrer retaliação quando precisarem matar alguém, daí não perdemos duas vidas. Mesmissima coisa.

    É a mulher que tem que arcar com as consequências de seus atos. Ponto. Não o ser inocente que ela carrega no ventre.
    Se é adulta o bastante para fazer sexo, deve ser adulta para cuidar de uma criança. Ponto.
    Portanto, se ela quer um parceiro que colabore, deve procurar em lugares mais propícios, ou seja deve ir atrás do nerd, feio, sem pegada, meloso que a ama e vai prestar contas de suas ações e não nessas festinhas vagabundas e butecos da vida.

    -AH, mas e as mulheres que morrem por fazer aborto em péssimas condições de higiene?

    exatamente a mesma coisa que os assassinos que morrem porque não planejam direito seus crimes.

    O aborto é tão legítimo quanto qualquer homicídio. Só pode ser praticado em legítima defesa. Mas, para ser legítima, esta “defesa” não pode ter sido precedida de um ato de irresponsabilidade hedonística.

    "Se as mulheres vão presas por abortar, no minimo os homens que engravidam ela e abandonam, somem, deveriam ir tambem"

    Não. As mulheres insistem em lutar por seus direitos de seguir seus instintos egoistas e bestiais se não estiverem prejudicando ninguem diretamente mas apenas deixando de colaborar para o boa convivência social como um todo, isso dá todo o embasamento ao homem de seguir os dele, desde que não prejudicando diretamente também e sim deixando de colaborar. Na sociedade patriarcal, em que os PAIS da moça deverão dar seu aval final sobre relacionamento, ou seja farão a escolha SÁBIA, escolhendo homens RESPONSAVEIS, e em que havia pouquissimas mães solteiras diga-se de passagem, aí sim os homens devem arcar com tais compromissos e não seguir o que lhe da na telha em correr atrás de instintos primitivos e egoistas desde que não façam mal a ninguém diretamente. Aí sim cadeia nos malandrinhos que as abandonam ou ajuste de contas com a própria família da moça. A mulher que escolhe tudo por conta própria deve arcar com a consequencia de todas as suas escolhas por conta própria.

    Chega a ser hilário, as mulheres quererem se aventurar em ambientes como "baladas", se envolverem com um por semana só dando satisfações de suas vidas a elas mesmas, depois não sabem de onde saem as mães solteiras, depois não sabem de onde tem tanta violência, ahh vaaaa.

    "o companheiro que paga o aborto, deve ir tambem. "
    Correto. Tão criminoso ele é quanto a abortista. Se ele obrigar a mulher a fazer o aborto contra sua vontade, ela deve denunciar e cadeia nele também.

    ResponderExcluir
  65. Anônimo3/12/2011

    Ana,
    sinceramente não consigo entender do que estes argumentos diferem do das feministas, que nos taxam gays, fracassados, pega-ninguem, etc, achando que isso surte algum efeito.

    "As leis que permitem o aborto na maioria dos paises desenvolvidos, não foram assinadas por feministas, "

    Foram assinadas por feministas países sim senhora, e em países que não foram assinadas por elas, temos tantos outros que foram PROMOVIDAS por elas.

    Os dados apresentados sobre o aborto, é tão falacioso quanto os dados apresentados sobre a cada dolar que o homem ganha, a mulher ganha 0,70 cents, ou sobre a cada duas horas uma mulher ser morta no brasil, dentre outros manipulados por feministas para obter benefícios que eu mesmo posso continuar escrevendo aqui se desejar. Concorda?

    Entenda que estamos nos espalhando por todo lugar e difundindo nossas idéias. Não vamos mais permitir o aborto, a quebra dos valores e a destruição das famílias. Nossa luta é justa e pelo bem de nossas crianças e da sociedade. De um lado estaremos nós, lutando a boa luta, a favor de nossas crianças, da família, do direito a vida, e do avanço e sustentabilidade da sociedade, e do outro as feministas, tentando destruir nossos ideais. Podem criar leis para nos perseguir, podem criminalizar o machismo, isso só tornará nossa luta justa uma retaliação, nos tornando mais fortes. Vamos lutar até o último suspiro, vocês vão ter que nos engolir!

    ResponderExcluir
  66. Marco Antonio Palhares3/12/2011

    Ah não, claro o feminismo JAMAIS matou ninguém. Sei. Então foi poruqe não teve a chance que queria. Vou lhes apresentar uma das cartilhas das feministas http://www.generationterrorists.com/quotes/scum_manifesto.shtml

    ResponderExcluir
  67. Marco Antonio Palhares3/12/2011

    Deixa a criança nascer pô. Duvido que se fosse filho de um cara rico vocês iam querer abortar.

    O feminismo é basicamente isso: escolher ter o filho ou aborta-lo, direito inalienavel da mãe. Pagar pensão, dever inarredável do pai.

    Belezinha

    ResponderExcluir
  68. Anônimo3/12/2011

    Por isso feminismo redical pode facilmente se associar com o nazismo Marco. A diferença é que a matança feminazi seria por escolha genética, tirando da humanidade todo ser masculino. ESTÁ ESCRITO.

    ResponderExcluir
  69. Ângelo3/12/2011

    Remédio de feminista é solidão. Discutir com essas alienadas é falar para as paredes. Deixem que elas defendam a promiscuidade e a relativização de valores sob o nome de "liberação sexual". Quando estiverem velhas, vão perceber(se é que já não estão sentindo na pele) o que suas escolhas infantis e insensatas reservaram para elas. Não passam de rebeldes sem causa.

    Camila, é alentador perceber através de você que nem tudo está perdido. O homem que casar com você será um sujeito agraciado. Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  70. Anônimo3/12/2011

    Eu concordo sobre serem infantis. Na europa foi o mesmo papinho, vocês vão ter que nos aguentar, agora estamos no poder, guerra aos homens. Ai deu no que deu né, descambou-se tudo.

    ResponderExcluir
  71. Anônimo3/12/2011

    Concordo com você e adimiro sua coragem tambem, muitas mulheres pensam igual a você mas por medo de serem criticadas preferem se calar, o mesmo aconteceu com Esther Villar, quando lançou o seu livro "O Homem Domado", nesse livro ela desmascara totalmente esse mito de que a mulher é ou foi vitima de alguma opressão por parte dos homens, eu nunca vi nenhuma mulher ser proibida de estudar ou trabalhar por algum homem, alguem já viu isso? pelo contrario as mulheres são sempre insentivadas pelos propios homens a procurar independencia, em relação a sexualidade: Coloque uma mulher com poucas roupas no meio de varios homens e veja qual vai ser a reação deles de oprimi-la ou insentiva-la?

    ResponderExcluir
  72. Vcs ñ tem o menor respeito pela mulher. Só querem sexo, usar, abusar. E querem discutir sobre a mulher, dizer oq devemos fazer. Calem a boca, vcs estão nem ai. Resumem a mulher a um objeto para trepar. Vcs que consomem pornografia, vcs que incentivam o estupro. Ou vcs acham que quem publica pornografia, videos de estupro e inventam historias sobre isso são as mulheres? Vcs que são podres. Lixo! escória repugnante! Humilham as esposas, traem com prostitutas, travestis, consomem pornografia, pedofilia escondido e depois vem pagar de moralistas. Vão a merda cuzões.

    ResponderExcluir
  73. Vão fazer algo de útil de suas vidas! Capachos, pau mandados, namoradinhas do Silvinho Inrrustido.

    ResponderExcluir
  74. Anônimo3/12/2011

    O vitimismo feminista está caindo por terra.

    Claro, um "movimento" que tem como base "MENTIRAS", "INVERDADES", "FARSAS" e manipulação da história... só poderia dar nesse troço de feminismo.

    8/2 é uma farsa. Nada de mulheres trancafiadas dentro de fábrica e mortas carbonizadas;

    Nada de que as coitadinhas das mulherzinhas oprimidas não lhes era permitido votar, somente os homenzinhos machistas poderiam votar. Mentira! Muitos homens também não tinham direito ao voto. O voto não estava ligado a sexualidade ou ao gênero, mas sim a condição social, êconomica e financeira de uma pessoa!;

    Sim, homens e mulheres são diferentes, não são iguais! Começando pelo imagem do corpo, passando pelo psicológico e as condições hormonais e físicas!;

    Mulheres tinham direito ao trabalho, sempre exerceram funções dentro da sociedade. Claro, muitas das funções eram diferentes das dos homens, mas o homem também não exercia funções que eram normalmente realizadas por mulheres. Sem chororô, ok feminazis?

    Na história temos grandes mulheres que tiveram papéis importantes, como Joana D'arc, Princesa Isabel, Maria, mãe de Jesus, entre tantas outras...

    O Feminismo é uma FARSA!

    ResponderExcluir
  75. Feministas são mulheres frustradas por não terem a capacidade de encontrar e gozar dos benefícios de ter um homem de verdado ao lado.

    Ao procurarem essa "autonomia" e essa """igualdade""" (só de direitos, nunca de deveres), se perdem, se frustram mas não dão o braço a torcer. Nunca a mulher esteve tão desvalorizada e sem foco sobre sua função social; e consequentemente as famílias nunca estiveram tão desequilibradas e a sociedade tão destruída moralmente.

    ResponderExcluir
  76. O FEMINISMO NUNCA DISSE QUE NÃO QUEREMOS QUE AS MULHERES SEJAM MÃES, ESPOSAS, DONAS DE CASA. As mulheres podem sim. O que queremos é que isso seja uma ESCOLHA da mulher, uma escolha verdadeira, que ela saiba que existem opções, que ele pode ser mãe ou não, dona de casa, ou não, casada ou não e isso não faz dela inferior ou superior a nenhuma outra. Porem a sociedade diz durante séculos que o papel da mulher é tal e do homem tal, e isso não é verdade. Somos livres e a mulher deve lutar pela sua liberdade. E nós lutamos para que mulheres oprimidas, em situação de violencia, alienadas por uma sociedade machista, possam conhecer que existem opções, possam decidir por suas vidas e decisão passa por conhecimento, autonomia, educação. E o feminismo é a nossa ferramenta de luta, de mudança das estruturas sociais e culturais.

    ResponderExcluir
  77. Chega da dicotomia mulher santa ou puta.

    ResponderExcluir
  78. Anônimo3/12/2011

    E nessa guerra, a mulher está mais desvalorizada que nunca. E as crianças pagam o pato. Perfect genius.

    ResponderExcluir
  79. Francisco3/12/2011

    É parece que tem feminista aqui que não leu NADA do que foi colocado. O porque dos papéis sociais, das tradições, da família ser a base da sociedade. E voltam toda hora a mesma tecla,
    da culpa da violência ser do machismo blablabla. Se mulher é sofrida de violência dentro da sociedade, o homem é o que então?

    As mulheres querem ser livres, más querem que os homens paguem pela liberdade delas.

    Homem só é bom pra fazer serviço pesado mal remunerado e morrer pela nação. Só isso.

    Vejam aí o resultado da sua luta, aumento de mães solteiras, crianças mal criadas, adolescentes grávidas, prostituição. Em países pioneiros em feminismo vocês conseguiram falir com as nações, envelhecer a população a ponto de deixa-la obsoleta, precisarem de tantos proteciosnismos para desfrutarem do status de independentes de homens que o estado não da mais conta de pagar, entregaram esses países de bandeja pra culturas mais machistas e opressoras que a de antes, pois tais culturas são mais fortes e sustentáveis. Estas agora ganharam a guerra por lá sem dar um tiro sequer, cortesia de vocês. Agora vejam a situação das mulheres lá, vejam a lambança que conseguiram criar. Os homens não as vêem mais como algo digno de se proteger, não querem mais lutar por um sistema que so ferra com eles pelo simples fato de serem homens, e os poucos capachos sem amor próprio que ainda querem se levantar para defendê-las não podem
    mais porquê estão enfraquecidos pelo próprio estado feminista.

    O homem tem que lutar pelo território sim, a mulher tem que servir a sociedade através da família sim. Qualquer criança sabe que as mulheres vão desfrutar de tantos direitos quanto seus homens puderem lhes garantir. Isso é básico para qualquer ameba.

    Chega de vitimismo feministas, admitam que a mulher é vítima de suas próprias escolhas ruins e infantis, mesmas escolhas que vocês afirmam ser direito da mulher. Vão falar pra essas mulheres aí http://www.redetv.com.br/Video.aspx?124,28,123517,Entretenimento,Manha-Maior,Amor-bandido-mulheres-se-sentem-atraidas-por-criminosos que elas não tem direito a ir atrás de guilhermes de páduas, a maníacos do parque, a fernandinhos beira mar.
    Vão lá dar direito de escolha delas fazerem merda e depois culpar a sociedade machista vão.


    Dá ume preguiça viu.

    ResponderExcluir
  80. Anônimo3/12/2011

    As mulheres sempre foram exploradas pelos homens. Se há uma verdade que ninguém põe em dúvida, é essa. Dos solenes auditórios de Oxford ao programa do Faustão, do Collège de France à Banda de Ipanema, o mundo reafirma essa certeza, talvez a mais inquestionada que já passou pelo cérebro humano, se é que realmente passou por lá e não saiu direto dos úteros para as teses acadêmicas.

    Não desejando me opor a tão augusta unanimidade, proponho-me aqui arrolar alguns fatos que podem reforçar, nos crentes de todos os sexos existentes e por inventar, seu sentimento de ódio ao macho heterossexual adulto, esse tipo execrável que nenhum sujeito a quem tenha acontecido a desventura de nascer no sexo masculino quer ser quando crescer.

    Nosso relato começa na aurora dos tempos, em algum momento impreciso entre Neanderthal e Cro-Magnon. Nessas eras sombrias, começou a exploração da mulher. Eram tempos duros. Vivendo em tocas, as comunidades humanas eram constantemente assoladas pelos ataques das feras. Os machos, aproveitando-se de suas prerrogativas de classe dominante, logo trataram de assegurar para si os lugares mais confortáveis e seguros da ordem social: ficavam no interior das cavernas, os safados, fazendo comida para os bebês e penteando os cabelos, enquanto as pobres fêmeas, armadas tão-somente de porretes, saíam para enfrentar leões e ursos.

    Quando a economia de coleta foi substituída pela agricultura e pela pecuária, novamente os homens deram uma de espertinhos, atribuindo às mulheres as tarefas mais pesadas, como a de carregar as pedras, domar os cavalos, abrir sulcos na terra com o arado, enquanto eles, os folgadinhos, ficavam em casa pintando potes e brincando de tecelagem. Coisa revoltante.

    Quando os grandes impérios da antiguidade se dissolveram, cedendo lugar aos feudos perpetuamente em guerra uns com os outros, estes logo constituíram seus exércitos particulares, formados inteiramente de mulheres, enquanto os homens se abrigavam nos castelos e ali ficavam no bem-bom, curtindo os poemas que as guerreiras, nos intervalos dos combates, compunham em louvor de seus encantos varonis.

    Quando alguém teve a extravagante idéia de cristianizar o mundo, tornando-se necessário para tanto enviar missionários a toda parte, onde arriscavam ser empalados pelos infiéis, esfaqueados pelos salteadores de estradas ou trucidados pelo auditório entediado com os seus sermões, foi novamente sobre as mulheres que recaiu o pesado encargo, enquanto os machos ficavam maquiavelicamente fazendo novenas ante os altares domésticos.

    Idêntica exploração sofreram as infelizes por ocasião das cruzadas, onde, armadas de pesadíssimas armaduras, atravessaram os desertos para ser passadas a fio d'espada pelos mouros (ou antes, pelas mouras, já que o machismo dos sequazes de Maomé não era menor que o nosso). E as grandes navegações, então! Em demanda de ouro e diamantes para adornar os ociosos machos, bravas navegantes atravessavam os sete mares e davam combate a ferozes indígenas que, quando as comiam, – era porca miséria! – no sentido estritamente gastronômico da palavra.

    Finalmente, quando o Estado moderno instituiu o recrutamento militar obrigatório, foi de mulheres que se formaram os exércitos estatais, com pena de guilhotina para as fujonas e recalcitrantes, tudo para que os homens pudessem ficar em casa lendo A Princesa de Clèves.

    Há milênios, em suma, as mulheres morrem nos campos de batalha, carregam pedras, erguem edifícios, lutam com as feras, atravessam desertos, mares e florestas, sacrificando tudo por nós, os ociosos machos, aos quais não sobra nenhum desafio mais perigoso que o de sujar nossas mãozinhas nas fraldas dos nossos bebês.

    Em troca do sacrifício de suas vidas, nossas heróicas defensoras não têm exigido de nós senão o direito de falar grosso em casa, de furar umas toalhas de mesa com pontas de cigarros e, eventualmente, de largar um par de meias no meio da sala para a gente catar.

    ResponderExcluir
  81. Anônimo3/12/2011

    Estou vendo a surra que vocês estão dando aqui, más se fosse vocês nem perdia tempo debatendo com feministas, o objetivo delas não é o debate ou troca de idéias, más sim ataques pessoais ou geração de comoção através do coitadismo. Falo por experiencia propria.

    ResponderExcluir
  82. Eu ja fui feminista más hoje luto pelos direitos humanos. Não pude abraçar um movimento que persegue homens (não é o discurso oficial mas é o que via em assembléias) e é a favor do aborto.

    ResponderExcluir
  83. Feminismo esta desvalorizando as mulheres honradas, fazendo com que os homens parem de acreditar nas mulheres, e achar que todas não prestam que nem a elas, e que não serviriam nem para casar. Existe mulheres honradas, e com certeza elas não são feminazis.

    ResponderExcluir
  84. incrivel como certas pessoas adorão distorcer os textos da biblia ao bel prazer APRENDÃO UMA COISA TEXTO SEM CONTEXTO NÃO PASSA DE UM PRETEXTO !!!
    ENTENDERÃO VOU REPITIR TEXTO SEM CONTEXTO NÃO PASSA DE UM PRETEXTO !!!
    o post foi exelente coisa de mulher honrrada e digna diferente dessas mulheres ai ke falão de liberdade ke acaba gerando no final prosmiscuidade !!!
    eu como um homem honrrado estou trabalhando e estudando enquanto não acho uma mulher com o perfil para ser minha esposa e com certeza no meu perfil de esposa não esta uma mulher promiscua pois eu do msm modo tb não sou promiscuo e por isso não kero uma mulher assim
    quanto a mulheres promiscuas o fim de vcs é tragico !!! isso quando não são intereseiras e escrevem textos se auto vitimizando + na vida real são pessoas hipocretas pois as atitudes não correspondem aos supostos "valores" ke vcs dizem lutar fazendo assim a bandeira de vcs uma bandeira de hipocresia pois com tanto odio vcs buscão é na verdade oprimir aos homens !!!
    http://questionandofeminino.blogspot.com/2011/03/capitalismo-ciencia-e-feminismo.html

    ResponderExcluir
  85. Anônimo3/15/2011

    E o vitmismo feminista mais uma vez perdeu.

    The End

    ResponderExcluir
  86. Anônimo3/18/2011

    A família se torna cada vez uma opção mais inviável.

    Penso que dias tenebrosos estão por vir.

    ResponderExcluir
  87. Concordo com cada palavra que foi dita neste post, fico feliz que ainda existam pessoas como a pessoa que escreveu. Paz de Deus.

    ResponderExcluir
  88. Anônimo3/25/2011

    Esqueça o que essas tranqueiras feministas te dizem. Vc é uma mulher de respeito e valor. Elas não valem nem o que comem.
    Congratulações

    ResponderExcluir
  89. Ora, ela, a blogueira em quetão, se sente muito bem em seguir o papel que DEUS deu a ela. É assim que ela se sente feliz. É sua liberdade de expressar fé, de ter convicções. O que há de mal nisso ?

    Segundo certas feminazis que postaram por aqui, a mulher tem hoje a liberdade de seguir o dois caminhos: ou ser dona de casa ou ser uma moredenete esnobe imdependente financeiramente.

    Mas aí é que vem a contradição, pois é visível a ira que esse tipo texto causa a elas. É visível o esforço descomunal de querer convencer a garota do contrário, de virar uma mulher de terninho soberba. É vísivel a necessidade de induzir que a blogueira em questão é uma tapada e etc. Não dizem isso de forma direta, mas os esforços em querer mudar a mente dela nos mostra que esta é a intenção, de fazer induzir que a blogueira é uma tola, uma tapada, uma alienada e etc.

    Cadê a tal da liberdade, então ? Deixe ela ser da forma como a convém, oras.

    Contradições atrás de contradições. É assim que se resume o feminazismo, esse movimento de plano marxista nojento, pseudo igualitário.

    Vocês não querem liberdade porra nenhuma, pq reprimem o pensamrnto alheio e contrário ao vossos anseios egoista, de mulheres que acham que é machismo mover um fio de cabelo em auxílio ao companheiro, a um filho, enfim, em prol de uma família.

    São sustentadas por sentimentos vis e parzeres corriqueiros, são egolatras, autoritárias e narcissitas. É isso que são.

    DEIXEM A BLOGUEIRA SER DA FORMA COMO QUER, SE É QUE PREZAM POR LIBERDADE!

    ResponderExcluir
  90. QUE SOCO NA CARA O ANÔNIMO DEU NAS FEMINAZIS QUANTO A QUESTÃO DO ABORTO.

    QUE PORRADA, MEU DEUS!

    GLÓRIA A DEUS PELA EXISTÊNCIA DE HOMENS JUSTOS QUE ESTÃO AÍ PARA DETONAR AS MALEZAS DA SOCIEDADE.

    ResponderExcluir
  91. Maurício4/14/2011

    Impressionante ver que as feministas têm sempre a necessidade de ganhar no grito. Elas ofendem, agridem, perseguem, destratam, ridicularizam, até ameaçam quem não concorda com elas. Enfim, oprimem quem não for a favor das ideias delas.
    Ao mesmo tempo, apontam o dedo para TODOS os homens e os rotulam como ofensores, agressores, perseguidores, ameaçadores, opressores. E não são apenas os homens desequilibrados, violentos, etc. (lembrando que existem mulheres com estas características, mas isso é ignorado pelas feministas), não, TODOS os homens são esses monstros, ou no mínimo têm potencial para ser. Na cabeça delas, todos os homens são opressores das mulheres, e estas são todas coitadinhas subjugadas por eles. O que vejo por aí, na vida real, em maioria, são homens bons, namorados, maridos, pais de família, tratando bem suas mulheres, cuidando delas, possivelmente não as traindo (eu não traio a minha mulher e tenho orgulho disso, tenho nojo de promiscuidade) e as mulheres os destratando, desprezando totalmente, chamando-os de frouxos, etc. (vejo isso praticamente todos os dias) e muitas procurando só homens que não prestam, acaba que se ferram na mão deles e depois ficam choramingando que "nenhum homem presta", a partir daí começam a se portar como vagabundas, jogando toda a culpa nos homens, buscando a equiparação tendo como exemplo os piores homens.
    Feministas adoram ser "as fodonas" para pisar em todos os homens, mas na hora que a coisa aperta, viram o "sexo frágil" e esperam que os homens resolvam as dificuldades para elas, afinal, homem é burro de carga, segurança particular, trocador de pneu de carro (de lâmpada, resistência de chuveiro, torneira e botijão de gás também).

    ResponderExcluir
  92. Anônimo4/14/2011

    Foi pela mulher que começou o pecado, e é por culpa dela que todos morremos. (Eclo 25:24)

    Vós, mulheres, SUJEITAI-VOS a vosso marido, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seu marido. (Ef 5:22-24)

    A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão. (1Tm 2:11-14)

    Semelhantemente, vós, mulheres, sede SUJEITAS ao vosso próprio marido, para que também, se algum não obedece à palavra, pelo procedimento de sua mulher seja ganho sem palavra (...) (Pe 3:1)

    O homem não deve cobrir a cabeça, porque ele é a imagem e o reflexo de Deus, a mulher, no entanto, é o reflexo do homem. Porque o homem não foi tirado da mulher, mas a mulher do homem. Nem o homem foi criado para a mulher, mas a mulher para o homem. (1Co 11:7-9)

    Que as mulheres fiquem caladas nas assembléias, como se faz em todas as igrejas dos cristãos, pois não lhes é permitido tomar a palavra. Devem ficar submissas, como diz também a lei. Se desejam instruir-se sobre algum ponto, perguntem aos maridos em casa ; não é conveniente que a mulher fale nas assembléias. (1Co 14:34-35)

    Mulheres, sejam submissas a seus maridos, pois assim convém a mulheres cristãs (Cl 3:18)

    ResponderExcluir
  93. Anônimo4/28/2011

    Esses misóginos de merda são tudo capachos do silvio, são tão idiotas que precisam vir em bando para se sentirem "superiores", e repetindo sempre as mesmas mensagens.
    Só pelo fato de alguém opinar contra a misoginia já taxam as mulheres de feministas e os homens de manginas.
    Falam tanta besteira que acabam se contradizendo. Aprendam a dialogar por si próprios.

    ResponderExcluir
  94. Anônimo5/27/2011

    Boa Noite Camila,

    Sou da era do feminismo, devo admitir que a liberdade de expressão, direito ao trabalho, direito ao voto, a proteção contra o abuso e a violência me beneficiam. Mas sei que isso não preciso lhe dizer, pois entendi que a questão de seu texto não era esta. Entendi o que vc quis abordar. Eu não vivo uma vida religiosa como a sua, mesmo assim, creio muito em valores que muitas mulheres estão passando por cima e muitas vezes nem se dão conta disso. Fico triste em constatar que a sabedoria e não a inteligência, falta demais em muitas das mulheres que conheço. Isso pude ver aqui também. Não entendem nada, sobre homens, filhos, família. Homens vieram de mulheres e sempre nos respeitarão se tiverem boas mães e se nós nos dermos o respeito. Mulheres inteligentes conseguem tudo o que querem e desejam sem ter que deixar os homens uns "maricas", filhos nas mãos de terceiros, prevenir ao invés de abortar. Enfim o tema é tão longo e fazer algumas cabecinhas ocas, ocupadas com seus sapatos, cabelos, corpos, dietas, enfim uma infinidade de besteiras, entenderem o que queremos passar, é querer demais. O Planeta está sendo destruído, devido a vários fatores e o maior deles é o alto nível de consumo (apesar de muitos ainda morrerem de fome). Uma pesquisa feita nos EUA apontam que naquele país as mulheres são responsáveis por 73% do consumo e que nós brasileiras estamos quase chegando lá. Se quiser pode consultar o site da ABRASCE. Os meninos não estão sabendo ser homens, as meninas nem sabem direito o que é ser mulher. As pessoas estão perdendo sua cidadania, sua paciência e compaixão e somente a mulher é ou melhor era capaz de ser todo o suporte para que a sociedade fosse melhor. Essa seria, entre tantas outras, a nossa principal missão, a qual deveriamos nos orgulhar.
    Mas para muitas mulheres, isso está muito além de seu entendimento, pois talvez seus historicos de vida não tenham lhes proporcionado capacidade emocional e intelectual para entender isso.
    E isso tudo Camila, não depende de credos e religião, não é verdade? Acredito que depende mais da educação e inteligência.
    Pena que o meu gênero feminino está contribuindo para aumentar os estragos que os homens fizeram anteriormente. Tenho muito medo pelos meus filhos.

    ResponderExcluir
  95. Luciana8/09/2011

    Alooôôu!? o feminismo quer a liberdade e a igualdade não? entao parem de criticar quem nao segue tudo que vcs falam!

    parabens pelo texto!!

    ResponderExcluir
  96. Alessandra8/27/2011

    O cristianismo é mais um dos movimentos patriarcais que aprisionam a mulher e a colocam em uma posição inferir na sociedade. Quem disse que a maternidade é o maior valor de uma mulher? E ai se as mulheres não querem ter filhos? Boa parte das mulheres que vocês consideram as "maravilhosas", boas mães e esposas, na verdade são mulheres frustradas, subjulgadas, que nunca experimentaram evrdadeiramente sua vida. Muitas mulheres se casam por pressão social, muitas mulheres sequer conhecem seus corpos e casam-se com homens, enquanto desejam estar com mulheres. O patriarcado cria um padrão de mulher. Mulheres Femininas? E se a mulher não quer ser feminina? A escolha é dela. O padrão mulherzinha, esposinha, mãezinha, de vocês é disfarçado de escolha, mas na verdade é prisão!

    Liberte-se! Saiba que existe um mundo de prazer! descubra seu corpo, faça sexo por desejo, quando quiser, com quem quiser, faça suas escolhas. O feminismo não é o bixo papão aqui.

    ResponderExcluir
  97. Alessandra8/27/2011

    Quem disse que a mulher tem que ser dócil? Quem disse que tem que ser mãe? Que mente pequena você tem. Além de oprimida, você também oprime e agencia o patriarcado. Tenho pena de mulheres como você.

    ResponderExcluir
  98. E quem disse que ela precisam ser tudo o que as feministas dizem que elas tem que ser? Feministas não dão escolhas, apenas forçam as mulheres a serem o que as feministas querem que elas sejam, mesmo a ciência já tendo provado, através inclusive do estudo de diversas mulheres, que os ideais feministas não dão bons frutos nem para as próprias mulheres. Diversos livros, inclusive de mulheres, mostraram isso psicologica e cientificamente, mas as feministas, que estão mais interessadas em passeatas pelo aborto, ignoram tais verdades.

    O Cristianismo não oprime, tanto que cresceu muito entre as mulheres. O feminismo apenas impõe o terror, atacando os que pensam contrariamente, tal como se vê aqui. Falam de liberdade, mas negam a liberdade; falam de escolha, mas impõem regras e estilos (e ofendem pesadamente quem vai contra, como se vê aqui...).

    As feministas falam de defesa do direito da mulher mas não aparecem no Oriente Médio, tampouco lutam contra o aborto forçado de meninas na China que deixa tanta mãe chorando. Uma futura mamãe ser *forçada* a abortar só porque o que está no ventre é uma *menina*? Olha só o que as feministas conseguiram!

    Feministas lutam pelas feministas, não pelas mulheres.

    ResponderExcluir
  99. Lavínia10/03/2011

    Ora e a liberdade de expressão? Feministas vocês não pregam que mulheres são livres? Pois bem, nós mulheres como a do texto, somos livres PARA NÃO SERMOS FEMINISTAS.

    ResponderExcluir
  100. Mulheres antifeministas são tristes, dignas de compaixão. Pessoas como você, donas de blogs sobre "modestia católica", sobre como a verdadeira mulher deve ser são a prova final de que o feminismo ainda tem muito o que fazer. Vocês tem de entender de que o estado é laico e vocês não podem impor a opinião absurda para a sociedade. Se a sua religião manda você ser submissa ao homem, vitima de violencia, viver parindo crianças, sem ter uma vida propria, o problema é seu. Engraçado que grande parte das mulheres que seguem seu tipo de vida acabam frustradas, tristes, deprimidas. Blogs feminaonline, femininaonline, mulheresvirtuosasonline, machõesonline, são preconceituosos, machistas, homofóbicos. Um dos blogs que você aprecia prega que as mulheres não tenham direito de decidir quantos filhos ter, isso é absurdo. Outro blog a dona prega modéstia, mas fuma fazendo apologia a algo que comprovadamente agride o corpo da mulher. Isso não é hipócrita? Defender o recato do corpo e ao mesmo tempo defender o fumo e consumo de alcool? Onde esta a "catolicidade" desse povo? Lamentável.

    Queridas, o feminismo não é hipócrita como vocês. Vocês falam do feminismo, mas usufruem dos beneficios da nossa luta. Assim é muito facil.

    Pessoas que acreditam em Olavo de Carvalho, Julio Severo, Padre Paulo Ricardo deveriam ser presas por formação de quadrilha.

    ResponderExcluir
  101. Isabela,

    1. Não estamos impondo nada a ninguém. Apenas manifestando a nossa opinião. Vocês não manifestam a sua? Deixem-nos manifestar a nossa. O que tem a ver Estado laico com isso? Por acaso, estamos defendendo que a polícia os prenda por feminismo?

    2. Ninguém quer que a mulher apanhe de homem, nem que deixe de ter vida própria. Procure entender o que prega o cristianismo, antes de falar asneira sobre o que não conheces. As igrejas cristãs NUNCA defenderam que homem pode bater em mulher.

    3. Mulheres cristãs antifeministas são frustradas e não-realizadas? Olha, minha esposa, Aline, dona do blog-irmão deste, o Femina, tem dois filhos comigo, lindos e que nos dão muita satisfação. Garanto que ela não é nada frustrada. Pelo contrário, muito realizada. Aliás, é advogada competente, professora concursada e tem uma carreira profissional consolidada.

    4. Quem pode ser presa és tu, sabia? Estás imputando um crime a quem não o cometeu. Como delegado de polícia, cabe o alerta.

    5. Fumo e consumo de álcool NÃO ferem o ensinamento católico nem o das igrejas protestantes históricas, como a luterana, da dona desta blog. Novamente, estude antes de falar bobagem.

    ResponderExcluir
  102. 1. Vocês agridem a laicidade do estado ao tentar IMPOR os valores religiosos de vocês a todos. No campo da politica por exemplo tentam impedir a legalização do aborto com base em argumentos religiosos, querem impor a religião nas politicas públicas. Isso fere o Estado Laico. Idem para o casamento homossexual, idem para as politicas voltada aos direitos sexuais e reprodutivos.

    2. Uma mulher que apanha do marido pode na igreja catolica se divorciar e casar denovo na igreja? Vocês excluem essa pessoa da igreja ou a condenam a passar o resto da vida sem poder formar nova familia.

    3. Mulheres antifeministas normalmente vivem um uma relação submissa, não exploram sua sexualidade, se colocam em cadeias, em caixas, a sombra de um homem.

    4. Fazer lobys em bancadas religiosas, perseguir mulheres que decidem sobre o uso do seu corpo, infelizmente ainda não é crime nessa sociedade machista, patriarcal.

    5. Engraçado como estas religioes são liberais naquilo que convem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. exploram sua sexualidade,kkkkkkk.depois ficam no face .to legal .solteira e feliz.como queria vc aqui.vivendo e aprendendo. (qual foi a ultima vez que vc fez sexo sem estar bebada)pergunte isto para uma feminista. conte pro seus namorados que vc divercificou no sexo com varios homens . kkklogo logo vc vai tar escrevendo estas coisas no face ne. ONDE estao os BONS homens.
      resp:com as boas mulheres. sabe aquelas .que exploraram pouco . entendeu.
      Nao tem como tapar a camada de oxonio .nos homens sabemos disto.

      Excluir
  103. Luciana2/28/2012

    Isabela,

    1. Estado Laico não é Estado Ateu! Da mesma forma a imposição de uma religiosidade nas atividades do Estado é contrária à laicidade, a imposição do ateísmo ou de uma moralidade "neutra" religiosamente também é. Vivemos em uma democracia REPRESENTATIVA, ou seja, os governantes devem representar o povo, sendo o país de maioria cristã, nada mais normal que as decisões do Estado sigam esta tendência. A ditadura da minoria é tão agressiva quanto a da maioria! O respeito aos direitos civis da minoria deve ser limitado ao respeito dos direitos da maioria.

    2. Uma mulher católica que segue a doutrina da Igreja e se casa com um homem igualmente católico dificilmente passaria por este tipo de problema. Os casais católicos não estão isentos de dificuldades, mas tem apoio e acompanhamento para a solução dos seus problemas. O RESPEITO é um elemento fundamental em todos os relacionamentos cristãos e é a base do casamento. Qual tipo de apoio e auxilio que os grupos feministas oferecem às famílias e casais??? Qual formação que existe antes, durante e depois do casamento? Quem está de fora do cristianismo não consegue conceber como para nós as coisas funcionam, porque a lógica do uso do outro, do descarte de pessoas e relacionamentos já é tão forte, que não se consegue mais pensar em um casamento duradouro e feliz. Mesmo os divorciados tem um tratamento de respeito dentro da Igreja, não sendo discriminados, mas acolhidos.

    3. Assim como a esposa do Rafael, sou casada, tenho 2 filhos e uma carreira profissional consolidada. Sou muito bem resolvida e satisfeita sexualmente, tendo uma relação de respeito e liberdade com meu esposo, sem pânico de engravidar ou pegar uma DST, sem medo de envelhecer e sem a pressão de estar gostosa e disponível sempre. Conheço muitos casais que vivem da mesma forma que nós e não tem nada do que reclamar. Tanto os homens quanto as mulheres. Aliás, ouço mais reclamações das amigas “feministas” devido aos relacionamentos que elas tem e que não seguem a mesma lógica que o casamento cristão, a insegurança e instabilidade, a falta de respeito e companhia é uma constante no discurso delas.
    A única sombra que meu marido faz sobre mim é para me proteger do sol forte do cerrado!

    4. Estas coisas que você citou realmente não são crime, mas discriminação e preconceito contra qualquer religião é crime estabelecido por lei tendo como pena reclusão de um a três anos e multa. A liberdade religiosa e liberdade de expressão servem para todos, então os donos dos blogs citados estão exercendo seu direito de culto e de fala, se te incomoda não leia, ou leia e vá estudar antes de criticar o que não conhece. Quem sabe assim não teremos um debate mais proveitoso?

    5. Engraçado como estas feministas são liberais naquilo que convém.

    ResponderExcluir
  104. Caro Senhor Delegado. É muito fácil ter uma penca de filho, posar de família perfeita, quando se esta montado na grana.

    A liberdade de expressão não permite tudo minha cara. Os comentários de vocês ferem os direitos humanos. O Brasil é signatário de uma série de politicas em prol dos direitos humanos, pelo fim das discriminações, em prol dos direitos sexuais e reprodutivos, vocês não podem falar o que der na telha. Guardem para si os preconceitos de vocês.

    ResponderExcluir
  105. Direitos sexuais e reprodutivos, direito a aborto legal e seguro é DIREITO das mulheres, queiram vocês ou não. Esse ano comemoramos 80 anos de voto feminino no Brasil, se não fosse a luta do movimento feminista, vocês ainda estariam escondidas atras do marido que votaria por vocês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos homens ,tambem lutamos pelo direito de votar ,havia aqui neste pais algo chamado ditadura.era militar entendeu,deveria estudar a historia do seu pais. ha Lula e Dilma participaram desta luta. vc podia votar so em quem eles queriam. ops ainda e assim. vai assitir a globo vai.

      Excluir
  106. Anônimo2/29/2012

    Esse povo que vem defender cinicamente o aborto deveria ser preso por apologia ao crime. Aborto ainda é crime, segundo o nosso código penal.

    ResponderExcluir
  107. Lavínia6/24/2012

    De todas as comentaristas, feministas, todas apenas comprovaram a verdadeira face do feminismo.
    Sinceramente? Não me importo com o feminismo.
    O feminismo não me representa, representa as feministas e se não entrarem em minha vida, que sigam as suas.
    Mas feministas em geral tem uma coisa bastante em comum, ridicularizar, berrar, "gritar" e principalmente impor o que querem. Se você é homem e discorda delas, você é machista, misógeno, e até um estuprador em potencial; se você é mulher e discorda delas você é submissa, burra, alienada, oprimida...
    Elas só se satisfazem se você mulher se assumir iguais a elas. Escolha? Aaah isso é fruto de um discurso corrompido pela esquerda, isso não existe dentro do feminismo, isso é pra enganar trouxa do mesmo jeito que empresas de cosméticos enganam vegans dizendo que não testam em animais.
    Feministas, vistam um discurso mais honesto! É mais íntegro abrir que vocês defendem as feministas e querem mulheres feministas, do que pregar esse falso poder de escolha reprimindo e oprimindo quem seja contra vocês...

    ResponderExcluir
  108. Anônimo8/04/2012

    A nossa sociedade ainda é extremamente machista. Vejo nos dias atuais algumas mulheres sutestando homens para não deixar de ter "alguém" do seu lado. Realmente o que nos falta é respeito. Não só entre os gêneros, mas entre as pessoas. Uns tratam os outros como coisas, e nisso a mulher se torna um objeto sexual, dedicado a atrair o desejo do homem que pagar mais, se escravizar mais por ela. E assim muitos homens tentam comprar estas mulheres insinuando que comprarão casas ou outros bens, como num cabo de guerra, ambos vão exercendo jogos de ambição, orgulho e poder, minando e jogando a perder aquilo que realmente os uniria e fortaleceria: o amor. Acredito que o respeito chega quando cada genero não busca utilizar dinheiro ou sexo como barganha. Se não continuaremos com a célebre frase: os homens querem sexo e as mulheres querem dinheiro.

    ResponderExcluir
  109. É por essas e outras que blogs como esse NÃO PODEM SUMIR, caso contrário não haverá real democracia de opiniões, muitas mulheres pensam como a autora do texto e não falam pode medo, porque se falarem abertamente serão achincalhadas. Textos como este libertam muitas mulheres.

    Camila vc sabe que eu amo seu blog ;)

    ResponderExcluir